quinta-feira, 14 de maio de 2015

Guerras Médicas

Ilustração da Guerra, do site http://www.infoescola.com/


As Guerras Médicas foram os confrontos entre gregos e persas durante o século V a.C. que foram provocados pela tentativa dos persas em dominar a região da Jônia na Ásia Menor (toda a região da Grécia, Macedônia até o Bósforo – onde hoje fica Istambul, na Turquia). As colônias gregas tentaram se livrar do domínio persa e garantir a hegemonia (domínio, supremacia, poder) sobre um importante ponto estratégico de comércio (que era as ilhas gregas, como ponto de parada no meio do Mediterrâneo).

A primeira tentativa de invasão dos persas foi sob o comando do rei Dário. Com 60 navios, a frota persa buscava invadir a Grécia Continental, atacando Naxos e Erétria. Os 50 mil persas foram barrados, impedidos de desembarcar, pelo ateniense Milcíades. Os persas desembarcaram em outro lugar, mas foram derrotados na Batalha de Maratona.

A segunda tentativa, sob o reinado de Xerxes, filho de Dário, os persas conquistaram a Macedônia. Venceram a batalha das Termópilas, saquearam e destruíram Atenas, mas foram derrotados em Salamina e Platéia.


*Sobre a Batalha das Termópilas e a heroica atuação do rei Leônidas e seus 300 espartanos, aconselho a ler "Respondendo as perguntas sobre a Batalha das Termópilas". http://prof-tathy.blogspot.com.br/2010/03/respondendo-as-perguntas-sobre-batalha.html


A terceira tentativa de invasão dos persas pegou os gregos organizados e preparados. Na impossibilidade de vitórias, o rei persa assinou um acordo na cidade de Susa, na Ásia Menor, reconhecendo o domínio do mar Egeu aos gregos (que de fato era aos atenienses).

A importância dessas guerras para a Grécia é que acarretou a hegemonia de Atenas sobre as demais cidades gregas, o revigoramento da democracia ateniense, a decadência o Império Persa, a criação da Liga, ou Confederação de Delos, e a rivalidade entre Atenas e Esparta, que se acentuou.

Historicamente, foi a primeira vez que as cidades gregas deixaram de lado suas rivalidades para se unir e lutar contra um inimigo em comum. Com exceção da cidade de Argos, que esteve com uma neutralidade tendenciosa para o lado persa, as demais cidades gregas se aliaram contra o inimigo comum. Essa aliança entre as cidades acabaria por formar duas grandes alianças gregas: a Liga de Delos e a do Peloponeso.


*Sobre a atuação da cidade de Argos durante as invasões persas, essa cidade grega considerava-se irmã dos persas. Para saber mais, leia " As Guerras Médicas e a participação da cidade de Argos": http://prof-tathy.blogspot.com.br/2010/04/as-guerras-medicas-e-participacao-da.html