terça-feira, 17 de maio de 2016

Filmes sobre Totalitarismo - Guerra Civil Espanhola

Existem muitos filmes sobre Segunda Guerra Mundial, mas não há muitos filmes sobre o período entre guerras. Consegui selecionar alguns sobre a Guerra Civil Espanhola:

Terra e Liberdade (1995) 

Guerra Civil Espanhola
Cena do filme



É uma co-produção da Inglaterra, Espanha, Alemanha e Itália, lançado em 1995. É baseado no livro Lutando na Espanha de George Orwell (devo admitir que esse livro está na minha lista de leituras). O filme venceu o prêmio do Júri ecumênico no Festival de Cannes. A história se passa durante a Guerra Civil Espanhola e conta a história de uma jovem que encontra algumas cartas, recortes de jornais e um punhado de terra embrulhado num lenço, entre os pertences do seu falecido avô, um ex-revolucionário que lutou contra o fascismo.



O Labirinto do Fauno (2006)

Espanha, 1944. Oficialmente a Guerra Civil já terminou, mas um grupo de rebeldes ainda luta nas montanhas ao norte de Navarra. Ofelia, de 10 anos, muda-se para a região com sua mãe, Carmen. Lá as espera seu novo padrasto, um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Solitária, a menina logo descobre a amizade de Mercedes, jovem cozinheira da casa, que serve de contato secreto dos rebeldes. Além disso, em seus passeios pelo jardim da imensa mansão em que moram, Ofelia descobre um labirinto que faz com que todo um mundo de fantasias se abra, trazendo consequências para todos à sua volta.


Liberdade - Libertarias (1996)

Guerra Civil Espanhola

Nos primeiros dias da Guerra Civil Espanhola uma jovem freira que foge do convento, conhece casualmente um grupo de militantes anarquista da organização femininista do movimento libertário espanhol chamada "Mujeres Libres". Ela as acompanhará e viverá os rigores da guerra e da revolução social espanhola de 1936.


Trailer do filme Liberdade 

Baaria, a porta do vento (2009)

Guerra Civil Espanhola

1930, na província de Palermo. Ciccio é um humilde pastor que encontra tempo para se dedicar à sua grande paixâo: a leitura. A Itália passava pelo fascismo e, durante a Segunda Guerra Mundial, as pessoas passavam fome. Peppino, filho de Ciccio, testemunhou este acontecimento e logo descobriu uma grande paixão pela política. Ele se torna comunista, indo de encontro ao desejo da família. Após a guerra Peppino encontra o grande amor da sua vida, com quem está disposto a enfrentar todas as dificuldades para viver junto.


Pa Negre (2010)

Capa do filme
Guerra Civil Espanhola
 
Andreu, um típico menino da área rural da Catalunha durante a década de 1940, no pós-guerra civil espanhola, encontra no bosque os corpos de um homem e de seu filho. Enquanto as autoridades querem responsabilizar o pai de Andreu, Farriol, pelos assassinatos, o menino tenta encontrar o verdadeiro culpado pelo crime. Em sua busca para ajudar seu pai, Andreu desenvolve uma consciência moral contra o mentiroso mundo dos adultos, e descobre o monstro que existe dentro dele. 




As 13 rosas (2007)

Guerra Civil Espanhola


Em 1º de Abril de 1939, com a entrada em Madri das tropas de Franco, termina a Guerra Civil Espanhola.  Temendo a sangrenta repressão que se avizinhava, muitos republicanos fogem do país mas outros não podem ou não querem, como as jovens moças protagonistas desta história verídica. Franco promete que apenas serão castigados os que tenham as mãos manchadas de sangue. E nenhuma dessas garotas as tem. "13 Rosas" conta a história de treze meninas, conhecidas como "as menores", que foram fuziladas a 5 de Agosto de 1939 no cemitério de Almudena em Madrid. Uma condenação à morte por uma vingança fundada em meras suspeitas, ao terminar a Guerra Civil Espanhola.

Balada do Amor e do Ódio (2010)

Guerra Civil Espanhola

Espanha, durante a Guerra Civil. Recrutado à força pela milícia, o Palhaço Branco mata com uma foice os soldados do exército nacional. Anos depois seu filho, Javier, resolve trabalhar como o Palhaço Triste em um circo. Lá ele conhece Sergio, outro palhaço, com quem irá disputar o amor da mais bela mulher do circo.

Por quem os sinos dobram (1943)


Guerra Civil Espanhola

Espanha, 1937. Durante a Guerra Civil, Robert Jordan, um idealista americano, se alia aos guerrilheiros e tem a missão de explodir uma ponte estratégica em um desfiladeiro bem defendido pelos franquistas. Chega ao local com Anselmo, um guia, que lhe apresenta Pablo, o chefe dos guerrilheiros da região, Pilar, a mulher de Pablo, e outros guerrilheiros. Neste contexto Jordan se apaixona por Maria, uma bela jovem cujos pais foram mortos pelos franquistas. A missão de Jordan é contestada por Pablo, pois explodirem a ponte atrairia para ali o exército e a aviação franquista. Pilar, uma mulher determinada, não concorda com as posições de Pablo, que age de um jeito no mínimo suspeito.


A língua das Mariposas (1999)

Capa do filme
Guerra Civil Espanhola
O filme "A Língua das Mariposas" conta a história de Moncho, um menino de 7 anos, em seu primeiro ano na escola. Na véspera do primeiro dia, crucial na vida de qualquer pessoa, Moncho não consegue dormir, atemorizado por que seu irmão mais velho lhe contou sobre professores que batem em alunos. Tímido e asmático, ele vive debaixo da saia da mãe superprotetora, numa pequena aldeia, no interior da Galícia, ao norte da Espanha, no ano que antecede a Guerra Civil Espanhola (1936-1939).




A maleta mexicana (2011)

Guerra Civil Espanhola
 
Documentário - A história da incrível recuperação de 4.500 negativos de famosos fotógrafos de guerra, entre eles Robert Capa, Gerda Taro e David Seymour, tirados durante a Guerra Civil Espanhola. Exilados de seus respectivos países (Alemanha, Polônia e Hungria), os três amigos viajaram à Espanha para lutar contra o fascismo e, com suas câmeras, reinventaram o fotojornalismo de guerra. Suas imagens vívidas da linha de frente espelhavam a bruta realidade da Guerra Civil. 
  
A mulher do Anarquista (2008)


Guerra Civil Espanhola
 
O advogado Justo Calderón luta contra Franco, tanto nas trincheiras quanto no rádio como a "Voz da Revolução". Sua elegante e jovem esposa, Manuela, é mimada, apolítica, mas uma amorosa mãe para a filha Paloma, e muito apaixonada por seu marido. A jovem família sofre os horrores da Guerra Civil, toda a dor da traição, o confinamento, a tortura e as angústias da separação. Quando as tropas de Franco vencem, Manuela perde contato com Justo. Sozinha, sem dinheiro, ela e Paloma lutam para sobreviver. Mas Manuela não perde as esperanças de reencontrar Justo um dia. Na sua incansável busca pelo marido, ela vê uma foto num artigo de uma revista sobre prisioneiros num antigo campo de concentração e se convence que é ali que Justo está. Agora, sua busca tem uma nova urgência.
 



Capa do filme
O desaparecimento de Garcia Lorca (1996)

Guerra Civil Espanhola

Garoto apaixonado pela poesia de Garcia Lorca vai a Madri com os pais para assistir a estréia de uma de suas peças e o conhece. Meses mais tarde, em plena Guerra Civil, os dois se reencontram em Granada, onde um acontecimento explosivo, mudará o destino de todos que os cercam.



Filmes sobre Totalitarismo, entre Guerras e Segunda Guerra Mundial

Existem muitos filmes sobre Segunda Guerra Mundial, mas não há muitos filmes sobre o período entre guerras. Consegui selecionar alguns:


A Onda (2008)
Totalitarismo em geral


Cena do filme A Onda (Die Welle)

O professor Rainer Wenger ministra um projeto de uma semana com seus alunos sobre autocracia. Durante as discussões em sala, os alunos levantam a teoria de que seria impossível existir uma ditadura na Alemanha atualmente, depois de terem passado pelo enorme trauma de um governo nazista. O professor propõe um experimento social, para mostrar o quão fácil é manipular as massas: muda as carteiras de lugar, reposiciona os alunos, como parte do exercício exige maior disciplina e aos poucos vai tornando a turma um grupo coeso. O grupo adere a um uniforme, um nome, um símbolo e até uma saudação. Os alunos começam a perceber mudanças em seu comportamento e o que era apenas um experimento de sala de aula, extrapola os limites da escola.



V de Vingança (2005)
Totalitarismo em geral - regime fictício


Fonte da imagem: http://barbarizandox.blogspot.com.br/
2013/02/v-de-vinganca-o-filme.html


É uma adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome de Alan Moore e David Lloyd, publicada pela DC Comics sob a sua marca Vertigo.

No final da década de 2020, o mundo está em crise e em guerra; os Estados Unidos não são mais uma superpotência como consequência de uma guerra civil, enquanto uma pandemia mortal do "vírus de Santa Maria" assola o continente europeu. O Reino Unido permanece como um dos poucos países estáveis sob o regime fascista e totalitário do partido Fogo Nórdico, comandado pelo Alto Chanceler Adam Sutler. Nessa distopia o herói V luta para derrubar esse regime totalitarista e devolver a democracia ao povo inglês, se vingando daqueles que o desfiguraram por ser um "indesejado" da sociedade (homossexuais, opositores políticos, doentes, deficientes, etc.).



Chá com Mussolini (1999)
Fascismo Italiano

Luca Innocenti um garoto nascido fora dos laços do matrimônio e não-reconhecido oficialmente por seu pai, que luta por sua independência e para achar um meio onde possa desenvolver seu apreço pela arte. O filme se passa em Florença à beira da Segunda Guerra Mundial.


Os últimos dias de Mussolini (1974)
Fascismo Italiano

O filme tenta fazer um apanhado do que teriam sido os últimos momentos do ditador fascista Mussolini. Passa-se me abril de 1944, quando Mussolini e sua amante, Clara Pettaci, fogem para Milão, tentando chegar até a Suíça. Mas são capturados pelos guerrilheiros, os partigiani. 

Concorrência Desleal (2001)
Fascismo Italiano
Capa do filme

Umberto é um alfaiate que repentinamente começa perder sua clientela para uma loja vizinha, de propriedade de Leone, que oferece roupas a preços mais baixos. Apesar da rivalidade, os filhos de ambos demonstram grande amizade entre si. Até que um dia vêm a público as diferenças que os concorrentes cultivavam em sigilo: durante uma discussão, Umberto se refere de forma depreciativa ao fato de Leone ser judeu, condição que ele ocultava. A polícia fascista presencia o bate-boca e o comerciante passa a ser perseguido, perdendo sua loja, seus direitos e sua dignidade. Ao testemunhar a desgraça do rival, Umberto se arrepende e trata de fazer o possível para ajudá-lo.
Concorrência Desleal (2001)
  
Amém (2002)
Nazismo
Kurt Gerstein é um oficial do Terceiro Reich que trabalhou na elaboração do Zyklon B, gás mortífero originalmente desenvolvido para a matança de animais mas usado para exterminar milhares de judeus durante a 2ª Guerra Mundial. Gerstein se revolta com o que testemunha e tenta informar os aliados sobre as atrocidades nos campos de concentração. Católico, busca chamar a atenção do Vaticano, mas suas denúncias são ignoradas pelo alto clero. Apenas um jovem jesuíta lhe dá ouvidos e o ajuda a organizar uma campanha para que o Papa quebre o silêncio e se manifeste contra as violências ocorridas em nome de uma suposta supremacia racial.  


Caçadores de Obras-primas (2014)
Nazismo

Durante o declínio de Hitler na Alemanha, um grupo de 13 especialistas vindos de países diferentes é reunido para reencontrar obras de arte roubadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. George Stout (George Clooney), um oficial americano e conservador de obras de arte, lidera a equipe. 

Corações de Ferro (2014)
Nazismo

Atenção: Não recomendável para menores de 16 anos

Durante o final da Segunda Guerra Mundial, um grupo de cinco soldados americanos é encarregado de atacar os nazistas dentro da própria Alemanha. Apesar de estarem em quantidade inferior e terem poucas armas, eles são liderados pelo enfurecido Wardaddy, sargento que pretende levá-los à vitória, enquanto ensina o novato Norman a lutar.

Um sinal de esperança (1999)

Nazismo

Na Polônia ocupada pelos nazistas, em plena Segunda Guerra Mundial, Jakob, um comerciante empobrecido, traz esperança e humor num gueto judeu, ao reportar boletins fictícios sobre os passos das tropas da Aliança para derrotar o exército de Hitler. Mas quando os soldados alemães tomam conhecimento da fictícia rádio, eles partem em busca do suposto herói que vem mantendo acesa a chama da resistência.
Capa do filme

A polícia de Hitler, um retrato do mal
(1985)
 
Nazismo
A história de Helmut e Karl Hoffmann, irmãos que presenciaram toda a ascensão do poder de Hitler na Alemanh. Helmut decide alistar-se na SS, a polícia nazista, e acaba se tornando um oficial de sucesso e poder.
Karl junta-se ao Exército da Salvação, e vive a experiência de conhecer o lado mais obscuro do nazismo quando o ES é eliminado e ele é jogado na prisão, tendo depois que alistar-se no exército alemão. Irmão volta-se contra irmão e à medida em que o Terceiro Reich vai perdendo a guerra, junto a ele a relação desses dois irmãos também ficará em ruínas.

O Diário de Anne Frank (2009)
Nazismo

Holanda, 1942. Anne Frank vive no sótão secreto de um estabelecimento comercial, juntamente com seus pais, Otto e Edith, e sua irmã Margot. Além deles vive no local uma outra família judia, composta por Hans Van Daan, Petronella Van Daan, Peter Van Daan  e Albert Dussell, um idoso dentista. Anne Frank, uma jovem de 13 anos, documenta sua vida enquanto se esconde da Gestapo da Holanda. Este refúgio foi providenciado por Kraler e Miep, bondosos proprietários de lojas. Por dois anos eles ficam escondidos, vivendo sempre na apreensão de saberem que podem ser traídos ou descobertos a qualquer momento e mandados para um campo de concentração. Apesar disto eles sonham com dias melhores.

O Diário de Anne Frank - filme completo

O Triunfo da Vontade (1935)
Nazismo

O congresso Nacional-Socialista alemão de 1934 é documentado de maneira impressionante pela cineasta Leni Riefenstahl. No início, um bimotor desce dos céus, Adolf Hitler sai sorridente e é ovacionado pela multidão. Tudo é gigantesco: são paradas, desfiles monumentais e discursos para um público em total catarse. Um espetáculo cinematográfico hipnótico e terrificante que retrata, com imagens fortes, toda a pompa (e a barbárie) do regime nazista.

O Tigre Branco (2012)

Cena do filme
Nazismo e Stalinismo

Nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, o exército russo vai ter que travar uma batalha contra um misterioso tanque fantasma conhecido como Tigre Branco. O sangento russo Ivan Naydenov se torna obcecado com a sua destruição.



Companhia de Heróis (2013); 
Nazismo

Ambientado na segunda guerra mundial o filme retrata a busca incessante dos soldados americanos por cientistas, oficiais do exército alemão, que estariam desenvolvendo bombas com alto poder de destruição.

O Grande Ditador (1940)
Nazismo
Cena do filme

Adenoid Hynkel assume o governo de Tomainia. Ele acredita em uma nação puramente ariana e passa a discriminar os judeus locais. Esta situação é desconhecida por um barbeiro judeu, que está hospitalizado devido à participação em uma batalha na 1ª Guerra Mundial. Ele recebe alta, mesmo sofrendo de amnésia sobre o que aconteceu na guerra. Por ser judeu, passa a ser perseguido e precisa viver no gueto. Lá conhece a lavadora Hannah (Paulette Goddard), por quem se apaixona. A vida dos judeus é monitorizada pela guarda de Hynkel, que tem planos de dominar o mundo. Seu próximo passo é invadir Osterlich, um país vizinho, e para tanto negocia um acordo com Benzino Napaloni, ditador da Bacteria.

Noite e neblina (1955)

Nazismo

Realizado em 1955 sob encomenda do Comitê da História da Segunda Guerra Mundial, o filme apresenta um perturbador registro dos locais em que até pouco tempo antes funcionavam os campos de concentração nazistas. Acompanhando as imagens do pós e da guerra, a narração de um texto do poeta francês Jean Cayrol, um sobrevivente.

A menina que roubava livros (2013)
Nazismo

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo, ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu  que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe e brinca com a amigo Rudy.

A menina que roubava livros - filme completo 

Bent (1997)
Nazismo

Atenção: Não recomendável para menores de 16 anos

Na Alemanha nazista, no período que antecedeu a guerra, Max, um homossexual, é enviado para o campo de concentração de Dachau. Ele tenta esconder sua homossexualidade usando uma estrela amarela, que era a forma de identificar judeus, em vez do triângulo rosa usado para "marcar" os homossexuais. No campo se apaixona por Horst, outro prisioneiro homossexual que usa com orgulho seu triângulo rosa.  

Lore (2012)
Nazismo

Atenção: Não recomendável para menores de 16 anos
 
O exército alemão entrou em colapso. O Terceiro Reich chegou ao fim e os aliados ocuparam a Alemanha na primavera de 1945. Esta situação faz com que a família da jovem Lore  se desintegre, já que seu pai, um oficial da polícia nazista, foge às pressas e logo é seguido pela mãe. Lore recebe instruções para levar seus quatro irmãos mais novos ao encontro da avó, que vive na distante Hamburgo, precisando enfrentar a fome, o frio e os perigos inerentes da viagem. 

Cena do filme
Uma mulher contra Hitler (2005)
Nazismo
Sophie Scholl é a única mulher da organização Rosa Branca que luta contra a opressão, tortura, censura e falta de liberdade de expressão do III Reich, divulgando suas ideias por meio de panfletos. A história detém-se em Sophie e conta o drama verídico de seu combate ao nazismo.


Arquitetura da Destruição (1989)
Nazismo
Um documentário que fala sobre a estética do Partido Nacional Socialista Alemão e como o empenho em criar o Ideal Ariano provocou o extermínio de milhões. Alguns aspectos são mencionados, como a epifania de Hitler enquanto assistia à ópera de Wagner, "Rienzi"; a ascensão do ideal greco-nórdico homoerótico; os paralelos traçados entre a arte degenerada dos cubistas e dadaístas e os doentes mentais/ deficientes físicos; a obsessão nazista pela pureza e higiene e, finalmente, o rebaixamento dos judeus a vermes. 

Um ato de Liberdade (2008)
Nazismo
Os irmãos Tuvia, Zus e Asael, ao fugir da perseguição nazista aos judeus, se escondem em uma floresta que conhecem desde a infância. De início eles apenas pensam em sobreviver, mas à medida que seus atos de bravura se espalham diversas pessoas passam a procurá-los, em busca de liberdade. Tuvia assume a posição de líder mas é contestado por Zus, que teme que suas decisões os levem à morte. 

Um homem bom (2008)
Nazismo
John Halder é um tranqüilo professor universitário, que vive em paz com sua família na Alemanha e tem em Maurice um grande amigo. Um dia Halder passa a prestar mais atenção em uma de suas alunas e, com a carreira em ascensão, lida com pessoas do governo nazista, sem se dar conta do perigo que ele e seu país estão correndo. 
 
A escolha de Sofia (1982)
Nazismo
 
Atenção: Não recomendável para menores de 16 anos

Em 1947 Stingo, um jovem aspirante a escritor vindo do sul, vai morar no Brooklyn na casa de Yetta Zimmerman, que alugava quartos. Lá conhece Sofia Zawistowska, sua vizinha do andar de cima, que é polonesa e fora prisioneira em um campo de concentração e Nathan Landau, seu namorado, um carismático judeu dono de um temperamento totalmente instável. Em pouco tempo tornam-se amigos, sendo que Stingo não tem a menor idéia dos segredos que Sofia esconde nem da insanidade de Nathan.

Sunshine, o Despertar de um Século (1999)
Nazismo
Cena do filme

Atenção: Não recomendável para menores de 16 anos

O filme narra a saga de três gerações de sua família judia-húngara, de 1828 até os dias de hoje, misturando ficção com cenas de documentários históricos. Na ânsia de subir na carreira de advogado, Ignatz troca o sobrenome. Fiel defensor do império austro-húngaro, acaba tendo problemas com o irmão Gustave, um revolucionário comunista. Adam, filho de Ignatz, não liga para a política. Ainda muito jovem, descobre seu talento para a esgrima e torna-se um atleta olímpico. Torna-se amante da esposa de seu irmão. Com a proximidade da II Guerra, os irmãos se convertem ao catolicismo. Adam ganha medalha de ouro nas Olimpíadas, mas quando a Alemanha invade a Hungria, nem mesmo sua reputação olímpica consegue evitar que ele e sua amante escapem dos horrores do Holocausto. Filho de Adam, Ivan, decepcionado com as promessas políticas dos comunistas de um mundo melhor, decide se arriscar e enfrenta o passado, tendo a coragem de descobrir algumas verdades sobre si mesmo. 

Conspiração (2001)
Nazismo
Em setembro de 1939 Adolf Hitler invadiu a Polônia, dando início à 2ª Guerra Mundial. No inverno de 1942 as tropas dele estavam famintas e congelando nas nevascas da Rússia, onde seu melhor general morreu de enfarto, e os Estados Unidos tinham entrado na guerra. Pela 1ª vez o sonho de Hitler sobre o império alemão durar mil anos ficou incerto. Enquanto Hitler contratava e demitia generais e o inverno ficava mais frio, 15 homens de confiança do III Reich, liderados pelo general da SS Reinhard Heydrich, se encontraram para uma reunião secreta em Wannsee, subúrbio de Berlim. Em duas horas eles mudaram o mundo para sempre, pois ali foi decidido a "Solução Final", que tinha por objetivo eliminar todos os judeus da Europa. 

Filhos da Guerra (1990)
Nazismo

Salomon Perel, um jovem judeu, foge com a família para a Polônia às vésperas da Segunda Guerra Mundial. A casa da família é invadida, mas ele consegue fugir levando o irmão, Isaak. Os dois se separam e Sallomon acaba se passando por membro da Juventude Hitlerista para manter-se vivo. Baseado numa história real. 

Cinzas da Guerra (2001)
Nazismo

Miklos Nyiszli é um judeu que foi escolhido por Josef Mengele para trabalhar como patologista no campo de concentração de Auchswitz, em plena 2ª Guerra Mundial. Nyiszli vive com o dilema de ajudar a exterminar seu próprio povo ou garantir mais algum tempo de vida, que ele mesmo não sabe quanto será. Assim como ele existem diversos outros judeus, que foram os Sonderkommandos, que pretendem se rebelar contra os nazistas. Até que, quando o motim está prestes a começar, eles descobrem uma garota de 14 anos que inexplicavelmente sobreviveu à câmara de gás.  

Os falsários (2007)
Nazismo

Após ser preso e levado a um campo de concentração, Salomon Sorowitsch concorda em ajudar os nazistas em uma operação de falsificação criada para financiar os esforços de guerra. Neste processo mais de 130 milhões de libras esterlinas foram impressas. Como o Reich sabia que o fim da guerra estava próximo, ordenou que fossem impressas notas na moeda dos inimigos da Alemanha. A intenção era que esta atitude minasse a economia dos países e, ao mesmo tempo, ajudasse os cofres alemães. Tratava-se da Operação Bernhard, que contou com a participação de prisioneiros de diversos campos de concentração.
 
A seguir segue uma listagem de filmes sobre os quais existe uma postagem anterior com a sinopse de cada um. o link dessa postagem éFilmes sobre a Segunda Guerra

  • A Lista de Schindler (1993)
  • O Resgate do Soldado Ryan (1998)
  • A Vida é bela (1997) 
  • O Pianista (2002)
  • Cartas de Iwo Jima (2006) 
  • Bastardos Inglórios (2009) 
  • Círculo de Fogo (2000)
  • A Queda (2004) 
  • O Jogo da Imitação (2014)
  • Além da linha vermelha (1998) 
  • Pearl Harbor (2001) 
  • Império do Sol (1987)
  • A conquista da honra (2006)
  • A espiã (2006)
  • Operação Valquíria (2008) 
  • O Menino do Pijama Listrado (2008) 
  • Stalingrado (1993) 
  • O Julgamento de Nuremberg (2000)
  • Códigos de Guerra (2002)
  • O Capitão Corelli (2001)
  • Enigma (2001) 
  • O Leitor (2008) 
  • Memphis Belle (1990) 
  • As crianças de Paris (2010)
  • Band of Brothers (Série para a TV de 2001)

Nazismo - um pouco de como tudo começou

A Alemanha foi acusada de ter sido a maior responsável pela Grande Guerra e recebeu severas punições, passando por diversas transformações no Período Pós-Guerra. O Tratado de Versalhes foi um acordo de paz imposto pelos vencedores - humilhante e vexatório. Basta olharmos para o mapa da Europa, depois da Primeira Guerra Mundial, para notarmos que a Alemanha perdeu parte de seu território e o que sobrou foi cortado em dois por um novo Estado, a Polônia. Tudo isso somado ainda às péssimas condições em que ficou a economia, devido à própria guerra e, principalmente, por causa das pesadas dívidas que os alemães tiveram que pagar para a França e para a Inglaterra.


Ex soldado alemão da Primeira Guerra Mundial.
Mutilado, vivendo de esmolas, nas ruas da Alemanha do pós guerra.
Uma realidade triste que o país precisou enfrentar Fonte: https://aviagemdosargonautas.net/2013/03/16/
uma-leitura-sobre-a-alemanha-dos-anos-30-
por-julio-marques-mota/

A miséria do povo aumentava cada vez mais, as greves e os motins se multiplicavam. Era uma época em que a economia alemã estava em colapso, a inflação estava aumentando cada vez, o desemprego estava altíssimo e o socialismo parecia uma alternativa. Setores do operariado alemão, animados com a Revolução Russa passaram a ver no socialismo uma esperança e organizaram o Partido Comunista Alemão. Tentaram tomar o poder, sendo reprimidos pelo governo. A burguesia alemã temia uma revolução semelhante à Revolução Russa e passaram a apoiar o recém fundado Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista. Apesar desse nome, "socialista dos trabalhadores", não era nem socialista nem dos trabalhadores. Era um partido de extrema direita, antissocialista e defendia os interesses da burguesia alemã. Aos poucos, grandes nomes de indústrias alemãs, como Siemens e Krupp, foram se ligando ao nazismo através de financiamentos de suas atividades.

Partido Nazista foi fundado no dia 05 de janeiro de 1918.
Broche com o símbolo do partido.
Fonte: https://joanisval.com/2012/01/05/
fundacao-do-partido-nazista/

Uma das táticas utilizadas pelos nazistas era a violência usada contra os partidos de esquerda ligados aos trabalhadores, como raptos de líderes sindicais, torturas e assassinatos. O partido nazista passou a crescer com discursos inflamados e um programa de propaganda de massa bem preparado, incitando o nacionalismo, a xenofobia e o ódio do povo alemão.

Em 1923, a França invadiu a região do Rhur (região onde se concentravam as principais indústrias alemãs) para obrigar a Alemanha a pagar o resto das dívidas de guerra. Isso causou uma inflação absurda na Alemanha, piorando a situação financeira, gerando ainda mais miséria, fome e desempregos. Os nazistas tentaram tomar o poder, em novembro de 1923, por meio de um golpe de Estado que ficou conhecido como o Putsh da Cervejaria. O golpe não deu certo e Hitler foi preso. Na prisão, escreveu a bíblia do nazismo, Minha Luta (Mein Kampf), onde aparecem todas as teses xenofóbicas e antissocialistas.

Hitler lidera os nazistas no Putsch da Cervejaria.
Munique em 1923.
Fonte: http://caocamargo.blogspot.com.br/2012/11/
um-dia-emblematico-para-alemanha.html


Com a Crise de 1929 nos Estados Unidos, a Alemanha foi prejudicada por depender dos empréstimos e dos investimentos estadunidenses. O medo do crescimento do socialismo voltou, pois ocorreram novas greves e agitações operárias. Para a burguesia alemã só restava uma alternativa: o nazismo.
Falência dos bancos alemães após a Crise de 1929.
Fonte: http://auryborges.blogspot.com.br/2012/11/
cristina-kirchner-problemas-com.html

O partido nazista conseguiu grandes vitórias nas eleições parlamentares de 1932, mas não conseguiu a maioria. Então, Hitler, escorado pelos grandes industriais, foi convidado pelo presidente Hindenburg a ocupar o cargo de Chanceler (primeiro-ministro). Mas ainda existia a democracia na Alemanha, sendo necessária uma boa desculpa para liquidá-la. Em abril de 1933, o prédio do parlamento pegou fogo (Reichstag) e os nazistas puseram a culpa no partido comunista (foram os próprios nazistas os responsáveis pelo incêndio). A partir daí se instalou a uma ditadura sangrenta. A Gestapo (polícia secreta, ou polícia política) podia invadir a casa de qualquer pessoa, em qualquer hora, sem ordem judicial e instalar escuta telefônica, acabando com a liberdade individual.

Nomeação de Hitler como Chanceler.
Fonte: https://grandesbatalhas.wordpress.com/
2009/01/06/5-de-janeiro-91-anos-da-
fundacao-do-partido-nazista/

Esse artigo não pretende esgotar o assunto, ele é parte integrante de uma série de postagens.

Fascismo Italiano - um pouco sobre esse regime

Fascismo Italiano
Mussolini discursando no dia da Marcha sobre Roma
Fonte da imagem: http://maishistoria.com.br/historia-do-fascismo/

A Primeira Guerra Mundial trouxe consequências desastrosas para a Itália, que embora tenha ficado ao lado dos vitoriosos, encontrava-se destroçada. Os Aliados recusaram-se a cumprir os acordos feitos, não dividindo de forma justa os espólios de guerra. Os italianos sentiram-se humilhados e foi deste sentimento de nacionalismo ferido que se estruturou na Itália o regime fascista. 

A crise financeira, o desemprego e os baixos salários fez crescer o número de adeptos das ideias socialistas e, consequentemente, ocorreu um enorme crescimento dos membros do Partido Socialista Italiano. A alta burguesia italiana tinha receio de que o grupo operário se revoltasse e organizasse uma revolução nos moldes da Revolução Russa, passando a apoiar o partido fascista, que em princípio era um partido menor, formado por ex militares, grupos de classe média, defensores de ideias totalitaristas e nacionalistas de extrema direita.

Em 1922, após a Marcha sobre Roma, Benito Mussolini foi nomeado primeiro-ministro da Itália pelo rei Vítor Emanuel III. 

Entre suas primeiras iniciativas, Mussolini passou a tomar atitudes que minassem as instituições representativas italianas, criou a Carta do Trabalho (Carta del Lavoro) concedendo aos trabalhadores a permissão de se organizarem em instituições comandadas pelo Estado, porém as greves foram proibidas. Todos os partidos políticos, com exceção do fascista, eram tidos como ilegais, os órgãos de imprensa foram fechados, a pena de morte foi legalizada e os camisas negras (como eram chamados os fascistas) passaram a incorporar as forças de repressão oficial.
Símbolo do Fascismo
Fonte da imagem: http://0-9-8.webnode.com.br/news/acenss%C3%
A3o%20dos%20facistas%20na%20italia%20mussolini%20no%20poder/

Ele implementou um extensivo programa de culto à personalidade, colocando ele, o Duce ("Líder") como a figura central da nação. Por meio de tortura e intimidação, conseguiu reduzir a criminalidade. 

Assinou o Tratado de Latrão, reconhecendo o Vaticano como Estado Papal independente.

Na área econômica iniciou um programa de construção de obras públicas, procurando gerar empregos e reestruturar a economia do país. Fez investimentos em educação de base, propaganda fascista nas escolas, e introdução de novas técnicas de agricultura. O governo italiano fascista de Mussolini teve que apelar para a propaganda por parte dos meios de comunicação (agora controlados pelo Estado) para dar uma ideia de modernidade e progresso, que para a população não era tão aparente assim. Em 1935, tomou cerca de três-quartos dos negócios industriais e de serviços da Itália, tirando poder da iniciativa privada. Instituiu controle de preços para tentar combater a inflação. Seu projeto visava transformar o país auto-suficiente, através de medidas como protecionismo comercial. No âmbito externo, tentou cultivar boas relações com os vizinhos europeus, mas as desavenças eram crescentes com a Inglaterra e com a França, especialmente quando o assunto era as possessões coloniais na África. Invadiu a Etiópia e se aliou à Alemanha de Adolf Hitler.

Se quiser assistir alguns vídeos sobre esse assunto:

Totalitarismo ou Autoritarismo

Totalitarismo ou Autoritarismo?
Fonte da imagem: http://nepo.com.br/2015/03/16/
quando-os-amigos-se-tornam-seus-inimigos/


De forma simples, o Totalitarismo é o total controle sobre os direitos das pessoas, ou seja, é uma forma de governar na qual o Estado detém o controle total da sociedade.

Já o autoritarismo é uma forma de governar onde os indivíduos não possuem liberdade de questionamento, de expressão ou de ação. As monarquias absolutistas eras autoritárias, as ditaduras são governos autoritários, os governos totalitaristas são governos autoritários, etc. 

Ainda sobre os totalitarismos, a Wikipédia nos traz uma definição bastante interessante, que adapto abaixo:

Controle por meio da censura e do
fim da liberdade de expressão.
Fonte da imagem: https://minionu15anosagnu2020.
wordpress.com/censura-o-que-e/

Totalitarismo (ou regime totalitário) é um sistema político no qual o governo está nas mãos de uma única pessoa ou um único partido político ou um único grupo classe social, que não reconhece limites à sua autoridade e controla todos os aspectos da vida pública e privada da sociedade. 

Os regimes ou movimentos totalitários mantêm o poder político através de uma propaganda política divulgada através dos meios de comunicação controlados pelo Estado, um partido único que é muitas vezes marcado por culto de personalidade (pela idolatria do líder do partido, normalmente), pelo controle sobre a economia, a restrição da expressão, a vigilância em massa e o disseminado uso do terrorismo de Estado (obedeça ou seja preso, pr exemplo). Os partidos totalitaristas ( de extrema direita, na grande maioria) surgiram após a Primeira Guerra Mundial em um contexto de crise financeira, como uma proposta de solução para os problemas que a sociedade estava enfrentando. A proposta desses regimes autoritários era o controle total da sociedade.

Texto original: Totalitarismo

Controle total
Fonte da imagem: https://www.tes.com/lessons/
vlV98r8dorw4Fg/un-peru-totalitario-
democracia-vs-totalitarismo

Meios de controle utilizados pelos regimes totalitaristas:
  • Propaganda;
  • Censura;
  • Mensagem subliminar;
  • Partido Único;
  • Militarização;
  • Idolatria do Líder;
  • Nacionalismo Exagerado;
  • Adoção de Hino e Bandeira do Partido;

A maior parte dos totalitarismos eram de extrema direita (capitalistas):
  • Nazismo - Alemanha
  • Fascismo - Itália
  • Franquismo - Espanha
  • Salazarismo - Portugal
  • Integralismo e Getúlio Vargas - Brasil

Mas também podemos considerar os totalitarismos de extrema esquerda e socialistas, o exemplo soviético chamado de stalinista e o chinês, chamado de maoísta.

Líderes totalitaristas
Fonte da imagem: https://
www.youtube.com/watch?v=-LXTyFdlDzM

Características:
  • centralização dos processos de tomada de decisão no núcleo dirigente do Partido Único
  • burocratização do aparelho estatal(dominação legal)
  • intensa repressão a dissidentes políticos e ideológicos (aqueles que pensam diferente)
  • Dominação Carismática - o líder é considerado como infalível
  • Patriotismo, orgulho da pátria, nacionalismo exagerado, machismo e xenofobia
  • Intensa presença de propaganda estatal 
  • Patriotismo como forma de organização dos trabalhadores
  • Censura aos meios de comunicação e expressão
  • Paranoia social e patrulha ideológica
  • Militarização da sociedade e dos quadros do Partido
  • Expansionismo - expansão territorial
  • Discurso de um passado glorioso para justificar o nacionalismo exagerado (Império Romano para os fascistas italianos, por exemplo)
  • Busca de um inimigo em comum para justificar o endurecimento do regime(judeus,negros e socialistas na doutrina nazifascista; burgueses na doutrina stalinista)