20 agosto 2015

Resuminho sobre Sociedade Tripartida

A sociedade feudal era formada por três ordens de acordo com as funções que cada grupo desempenhava:

Rei João Sem Terra. Robin Hood, Animação de Walt Disney Pictures, 1973

Os bellatores tinham como função as atividades militares, pois seus membros pertenciam à nobreza.
Em tempos de paz, os bellatores caçavam e disputavam torneios, em tempos de guerra defendiam a população.
Os guerreiros, cavaleiros, senhores feudais eram todos nobres e chamados de bellatores. Eles se ligavam a outros nobres por meio de relações de vassalagem, ofereciam apoio militar e juravam fidelidade aos seus suseranos.

O grupo que recebia a denominação latina de oratores era encarregado da esfera religiosa, ou seja, cuidava dos assuntos da Igreja. Esses oratores cuidavam das igrejas, celebravam ritos religiosos e eram os responsáveis pela vida espiritual de toda a sociedade, agindo como intermediários entre os homens e Deus.
Frei Tuck. Robin Hood, Animação de Walt Disney Pictures, 1973

Os laboratores, denominação latina dada a outro grupo, eram os pastores e agricultores, responsáveis por “sustentarem” os outros dois grupos.
Os laboratores cuidavam dos afazeres ligados ao cultivo da terra, criação de animais, produção de vestimentas, ferramentas e utensílios para o cotidiano.


Camponeses. Robin Hood, Animação de Walt Disney Pictures, 1973

Apenas os bellatores e oratores possuíam direito de propriedade da terra, da qual uma parte era cedida aos servos, apenas como arrendamento, que a cultivavam em troca de sustento e proteção.

Os bellatores e os laboratores iam à missa e festas religiosas celebradas pelos oratores.

Essa sociedade tripartida era estamental, ou seja, rigidamente separada. As pessoas nascidas dentro de um grupo seriam desse grupo até sua morte, e somente poderiam casar-se com pessoas do mesmo grupo.
Os oratores, por serem da Igreja, eram pessoas oriundas na maioria da classe nobre.

Na Europa Feudal, os membros da aristocracia organizaram o poder político a partir das relações de vassalagem. O rei era um nobre como outro qualquer, possuía seu feudo e os guerreiros ligados à sua casa. Quem detinha o poder, de fato, eram os senhores feudais, que possuíam muitos vassalos e muitas terras, sendo que alguns eram mais poderosos que os reis.
A cerimônia denominada homenagem consistia no compromisso de fidelidade do vassalo para com o seu chefe guerreiro, líder, senhor ou suserano.

Na homenagem, o vassalo entregava suas armas ao serviço do senhor e jurava fidelidade perpétua.
A investidura era o ritual simbólico de entrega do feudo para o vassalo

A vassalagem não é sinônimo de servidão – as cerimônias de homenagem e investidura serviam para confirmar a lealdade entre senhores da terra – um suserano (que dá o feudo) e o vassalo (que recebe o benefício do feudo).


Fidelidade, honra e proteção militar eram obrigações hierárquicas ambivalentes, ou seja, tanto vassalos quanto suseranos deveriam obedecê-las.

Para maiores conhecimentos sobre a Sociedade Feudal, leia também o artigo "Sociedade Medieval": 

Se quiser saber um pouco mais sobre povos germânicos, leia os artigos "Visigodos" e "Os Francos":

Um comentário: