13 abril 2016

Mitologia Egípcia - Lenda de Osíris

Existem várias versões da lenda de Osíris

Osíris - o deus múmia do mundo dos mortos

Em uma delas, Seth com inveja de seu irmão, Osíris (por que ele herdou o reino da terra), engendrou um plano para matá-lo e assim usurpar o poder. Quando Osiris dormia, Seth tirou suas medidas e ajudado por conspiradores, mandou construir um esquife (caixão, sarcófago) todo enfeitado com joias, com as medidas exatas de Osíris.
 
Então Seth organizou uma festa, ou um banquete, e lançou um desafio aos convidados: aquele que coubesse no esquife, o ganharia de presente. Todos os deuses entraram, mas não couberam. Assim que Osíris entrou no esquife, coube perfeitamente. Mas Seth o trancou e mandou jogá-lo no rio, a correnteza o levou até o mar e o Mediterrâneo o levou até a Fenícia.
 
Osíris e Ísis - representam o casal real do Egito
O faraó e a rainha (a esposa principal)

Ísis, irmã e esposa de Osíris, partiu em busca do esposo, e após muitas aventuras, conseguiu regressar ao Egito com a caixa, que escondeu em uma plantação de papiro. Seth a descobriu e cortou o corpo de Osíris em quatorze pedaços, que espalhou pelo Egito. Novamente Ísis parte em busca dos despojos do esposo e, dessa vez, ajudada pela irmã Néftis, encontram todas as partes de Osíris.
 
Ísis é a deusa da vida, da maternidade e da fertilidade,
ela devolve o sopro de vida à seu esposo, mas precisa da ajuda de Anúbis para isso.

Ísis foi ajudada por Anúbis, que embalsamou Osíris, e este tornou-se a primeira múmia do Egito. Utilizando seus poderes mágicos, Ísis, conseguiu que Osíris a fecundasse e dessa união nasceu Hórus. Em outras versões, Ísis já estava grávida de Hórus quando seu esposo foi morto e isso explica a fertilidade deixada pelas águas do rio Nilo. Porque a deusa chorou tanto pela morte de Osíris, que o nível do rio subiu, mas ao descobrir que estava grávida, deixou de chorar, as águas voltaram ao seu nível normal, mas as margens ficaram férteis.

Anúbis - o deus chacal da mumificação

Seth iniciou uma luta pelo poder que envolveu todos os deuses. Por fim o próprio Osíris a partir do outro mundo, ameaçou mandar levantar todos os mortos se não fosse feita a justiça. Rá e um tribunal de deuses estabeleceram que a sucessão fosse hereditária, e assim, Hórus passou a governar o mundo dos homens, como herdeiro legítimo de seu pai. Dessa maneira o Faraó em vida convertia-se em Hórus e ao morrer identificava-se com Osíris, o soberano do Além, considerando-se igual ao deus.

A grande batalha entre Seth e Hórus
Texto adaptado, (com partes originais) de: Contos de Fadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário